Exaustão significa que nossas energias vitais estão completamente esgotadas e exauridas. A exaustão espiritual nunca é resultado do pecado, mas do serviço. De um modo ou de outro seu sentimento de exaustão dependerá de onde você tem retirado seus suprimentos. Jesus disse a Pedro: “Apascenta as minhas ovelhas”, contudo Ele não deu a Pedro nada que pudesse utilizar para alimentá-las (João 21:17). O processo de tornar-se em “pão partido” e “vinho derramado” significa que você deve ser a nutrição à alma das outras pessoas até que elas aprendam suprir-se em Deus. Elas devem esvaziá-lo completamente — até a última gota. Seja cuidadoso em reabastecer o seu suprimento, ou rapidamente você se encontrará profundamente exausto. Até que os outros aprendam a alimentar-se diretamente da vida do Senhor Jesus, eles terão que absorver a vida de Cristo por seu intermédio. Você deve ser, literalmente, a fonte de provisão dessas pessoas, até que elas aprendam a obter a nutrição de que necessitam para viver diretamente em Deus. Devemos isso ao Senhor — dar o nosso melhor por Suas ovelhas e cordeiros, e também para Ele.

Você se entregou à exaustão pela maneira como serve a Deus? Se for assim, renove e reacenda seu desejo e afeições. Examine suas razões para servir. O motivo maior para servir está alicerçado em seu entendimento pessoal ou na redenção de Jesus Cristo. Periodicamente, avalie o fundamento do seu ao amor e afeição e lembre-se de onde a sua Fonte de poder repousa. Você não tem o direito de reclamar: “Ó, Senhor, me sinto tão esgotado!” Ele o salvou e santificou para exauri-lo. Permita-se estar esgotado por Deus. E não se esqueça: Ele é o seu suprimento! “…Todas as minhas fontes são em ti” (Salmo 87:7).